Porque Sumi?


Autor: Alessio Lin

É, realmente percebi que estava sumida por muito tempo e resolvi antes escrever esse post sobre o porque do meu sumiço para depois voltar a postar, não queria voltar do nada a soltar post sem ter me justificado de tanto tempo sem postar nada!

Teve uns tempos, especificamente ano passado 2016 é 2016, passei por coisas que nunca tinha acontecido em minha vida que mexeu comigo, uma delas foi um assalto, meu emocional nesse momento foi no chão, para mim nada mais fazia sentido, não queria continuar nada, porque para mim aquilo nunca iria acontecer comigo, eu e meu marido passamos por outros momentos também consideravelmente ruins, que isso só foi me chateando e me desanimando, não tinha mais inspirações para mover o blog, não tinha paciência; mas continuava todos os dias acessando, respondendo os comentários carinhosos de vocês e isso ia cada dia me motivando a não desistir! O ano de 2017 começou bom, fizemos uma viagem para outro Estado (Link aqui) fiquei muito feliz por isso, fizemos um passeio para o Rio Water Planet  (Motivo para outro post), mas ainda faltava alguma coisa para me motivar a voltar,  hoje depois de quase 3 meses sem postar resolvi me justificar e voltar de uma vez! O tempo estava curto no finalzinho do ano passado e no início desse ano, foram muitas coisas para fazer da nossa empresa  Next Art & Design muitas fotos para editar, muitas artes para criar, Graças a Deus! E nesse percurso de desânimos e momentos chateados, Deus esteve o tempo todo nos orientando para que não jogasse tudo para o ar e eu precisava de um tempo para mim, um tempo para colocar a minha cabeça em ordem, colocar as ideias no lugar e depois disso voltar! Bom esse foi meu desabafo, mas agora voltei e voltei de vez, prometo não ficar meses sem postar, já tenho alguns posts prontos vou liberando aos poucos, ainda estou atolada de coisas da empresa para fazer, mas sempre vou tentar tirar um tempinho para postar!

Estou planejando muitas coisas para o blog, projetos e outros, faço um outro post sobre isso mais para frente!

Me seguem também nas redes sociais do blog sempre posto por lá!
Facebook  •  Instagram  •  Twitter • PinterestG+

Diário de Viagem: Felixlândia/MG


mapa-viagem-para-minas-gerais

Finalmente fizemos uma viagem longa de carro, saindo do estado, partimos do Rio de Janeiro até Felixlândia – Minas Gerais, bem interiorzão, foi a minha primeira viagem saindo do meu Estado de origem, fomos em missão a uma festa de casamento de um amigo de meus pais. Abastecemos o tanque todo do carro de gasolina no dia anterior e pegamos a estrada de manhã do dia 13/01, fomos eu, meu marido, minha mãe, minha irmã e meu Pai II, umas 6h já estávamos com o pé na estrada, o primeiro percurso ficou por minha conta, fui dirigindo da casa de minha mãe até antes da entrada de Guapimirim/RJ, porque não queria pegar a Serra e também eu era a única que entendia o percurso pelo GPS!

mapa-trajeto-felixlandia-mg01

No início foi meio difícil fazer o GPS traçar a rota que queria, estava me dando um percurso e eu queria outro que ele não queria fazer de jeito maneira, eu queria entrar por Guapimirim, antes tinha feito a rota pelo computador estudado o trajeto e enviado para o app do celular, mudar ficou difícil e ele não quis recalcular, então tive que fazer na marra pela rodovia que estava vendo no mapa que dava na rota novamente, fiquei com um pouco de medo, mas fomos mesmo assim, no fim consegui ligar a rota novamente, eeeeeh \o/

Passamos pela Serra de Teresópolis/RJ, linda como sempre, não conseguimos parar na ida para tirar fotos, por conta do mal tempo, estava tudo fechado por neblina. Em uma outra Serra  não tinha lugar para parar, cheia de flores hortênsias por todo o caminho, lindo de mais, mas também estava fechada por neblina até a estrada.

Paramos em alguns postos de combustível durante o percurso para esticar as pernas e também ir ao banheiro, teve alguns que abastecemos, nos de GNV, para falar a verdade foram 3X, porque não tem na estrada GNV, é lamentável! Muitos postos tinham banheiros super limpos, fiquei até impressionada! Alguns tinham lojinhas de itens de decoração e viagem, mas nenhum com lembrança de Minas Gerais, ou algo do tipo!

Achei a estrada muito linda, Rio de Janeiro também tem estrada cheias de montanhas, mas Minas as montanhas são diferentes, rs! Até vi um Tucano na mata de frente a estrada. Pegamos muita chuva no nosso trajeto, chuva na estrada do Rio e chuva na estrada de Minas. Muito engraçado, passamos por um trecho que o nome deveria ser estrada do Ferrugem, porque tudo é da cor de barro, tudo mesmo até as casas, divisas da rua, placas e tals. (Acho que é antes de chegar a cidade de Mariana).

Chegamos depois da longa viagem, fizemos umas 10h contando com as paradas, não pegamos trânsito na ida! Não conseguimos fazer nada, estávamos todos cansados, almoçamos, nos alojamos em um chalé que ficava no sítio mesmo do casamento, muito bonitinho o chalezinho, então em resumo dormimos o dia que chegamos quase todo!

No dia seguinte passeamos pela cidade logo de manhã, para ir na feirinha, em busca de comida típica como: Queijo Minas, Pão de Queijo, Mel, Queijo Trança e alguns artesanatos para guardar de lembrança da viagem, mas foi uma decepção não tinha, rodamos o centro da cidade todo, que também não era grande, fomos em todas as lojas possíveis e não tinha. Comprei uma lembrança que achei muito bonita, mas não era da cidade, mas vou decorar ela para ficar como se fosse! (Depois posto para vocês como ela ficou, lá no instagram do blog), Comi um pão de queijo que não estava fresco, mas valeu a experiência :/, demos uma volta tiramos fotos da igrejinha da cidade e só, não tinha muita coisa lá!
Pássaros de várias especieis voando livremente pela cidade, papagaio, periquito e vários outros, o casal de papagaio estava até se beijando em cima de uma casa, in love, muito lindo ver os animais felizes soltos.

Já ia me esquecendo eles têm uma fruta típica chamada pequi, muito estranha, com cheiro estranho, não consegui provar não, fiquei com medo, ainda mais que disseram que contém um espinho dentro que pode machucar a boca O_o’ e o mais engraçado é que você não come a polpa que parece um abacate, come o caroço, me corrigem se eu tiver enganada, mas foi o que me disseram lá, rs. Clique aqui para saber mais desse fruto interessante.

A volta para casa no sábado dia 15/01, também paráramos para abastecer, mas foram poucas vezes, fomos ao banheiro, esse banheiro da volta era imundo e a frentista não quis dar a chave do feminino! O trajeto foi tranquilo nas estradas de Minas, também pegamos chuva na estrada. Quando chegamos no Rio queríamos descer pela Serra novamente e o GPS deu ruim, traçou a rota que a gente não queria e eu não tinha me planejado para a rota da volta! Passamos por dentro da cidade de Petrópolis/RJ, e o percurso foi muito mais longo do que o da ida, longo e cansativo, ainda pegamos um pedaço da Serra de Teresópolis à noite e com engarrafamento na descida, fiquei muito triste, mas chegamos em casa bem, cansados, mas bem 😀

Resumo:

Ida:
• Postos de Combustível:
Total 4 Paradas:  4 para esticar as pernas e ir ao banheiro, 3 para abastecer GNV!
• Banheiros:
Os 4 que fomos muito bem conservados e limpos!
• Comida:
Na estrada: Rosquinha artesanal de polvilho – Na cidade: Mel na feira, biscoitos no mercadinho.
• Compras:
Na estrada: 1 Chapa de pedra sabão – Na cidade: 1 item de decoração para lembrança.
• Pedágios:
7 (2 no Rio tarifa R$12,90 e 5 em Minas tarifa R$4,80)

Volta:
• Postos de Combustível:
Total 3 Paradas: 3 para esticar as pernas, ir ao banheiro e abastecer.
2 GNV e 1 Gasolina que por sinal estava mais barato do que do Rio de Janeiro
• Banheiros:
1 muito fedorento e sujo! 2 muito bem conservado.
• Parada mirante:
1 em Teresópolis/RJ
• Comida:
Na estrada: Biscoito de polvilho
• Pedágios:
8 (5 em Minas tarifa R$4,80 e 3 no Rio tarifa R$12,90)

Dicas:
Não confiem 100% na rota que o GPS traça, ele vai te dar caminhos mais rápidos para ele, faça como eu fiz na ida, ver no Maps alguma rodovia que liga a seu trajeto, traça sua rota por aquela rodovia, deem preferencias as rodovias e não a estradas de cidades, aonde pega semáforos e estradas desconhecidas. Sempre, mas sempre procurem pedir informações na rua, para moradores de lá! Uma observação importante, na estrada de Minas tem muitos radares e fiscalizações eletrônicas e de baixa velocidade principalmente nas zonas urbanas e em algumas tem muitos quebra-molas, fiquem atentos o tempo todo.

Esse foi um post muito diferente no blog, um post que sempre quis fazer, pois amo viagens, amo viajar e histórias de viagens! Nunca tive essa oportunidade de fazer uma viagem do tipo, fiquei muito feliz, o primeiro diário de viagem do blog, não foi conforme minhas expectativas queria que tivesse mais fotos, e mais lugares bonitos, mas dessa vez não deu. Eu e meu marido amamos e já viciamos nessa vida de rodar quilômetros de carro, assim que Deus nos conceber nosso carrinho, não vamos mais parar e o blog vai ficar recheado de post de viagem.

Espero que tenham gostado e me desculpe pela falta de fotos, fiquei como copiloto controlando o GPS e guiando quem estava dirigindo (Às vezes meu Pai II e meu marido), mas tentei trazer o máximo de informações para vocês, esse foi só um teste o próximo já vou estar craque!
Se alguém tiver algum App bom para GPS que mostre rota, postos de combustíveis e lugares para alimentação, e outras informações importantes para viajante de carro, podem estar compartilhando que vou amar saber a sua experiência também.

Tag: De tudo um pouco!


tag-de-tudo-um-pouco

Iniciando o ano aqui no blog, com uma tag super divertida que fui indicada pela minha amiga Estephane Faria do Blog: Chá para Expectativa  para responder a Tag: De Tudo um Pouco.

REGRAS
Responder a todas as perguntas
Indicar no mínimo 11 blogs
Colocar o selo da Tag
Colocar o link de quem indicou

PERGUNTAS

1. Qual é o teu estilo preferido de música?
Sou bastante eclética, curto de tudo um pouco, vale ressaltar a única coisa que eu não suporto é funk.

2. Qual é a tua peça de roupa preferida?
Calça Jeans/Short

3. Qual é o teu calçado favorito?
Amo Tênis/Sapatilhas.

4. Camisa ou camisola? Calças ou calções?
Camisa e Calça

5. Cabelo estiloso ou tradicional? Liso ou encaracolado?
Cabelo Tradicional e encaracolado ♥

6. Brigadeiro ou gelado?
Lógico que é brigadeiro!

7. Doce ou salgado?
Eu como uma formiga assumida, como minha irmã sempre me chama, amo doces!
Hummmmmmmmm, deu até vontade de comer algum doce agora, rs

8. Como defines o teu estilo?
Meu estilo é mais básico romântico como as pessoas dizem, gosto de me vestir com algo que me faça bem, que eu me sinta confortável.

9. És do tipo de pessoa que consome bastante ou só compra o básico?
Compro sempre o básico e o necessário, sou bastante controlada nesse quesito.

10.  Consideras-te vaidosa?
Só um pouco, não vou falar que sou muito vaidosa porque estaria mentindo, me considero mais perfeccionista do que vaidosa.

BLOGS QUE INDICO PARA RESPONDER A TAG
Era para indicar 11, mas só consegui indicar 10!

Marilia Guedes | Patrícia Prado | Indicar LivrosUma mente diferentona
Iletrando | Disse o Corvo | Joana ScheerEspaço Princesas do Senhor
Nosso papo Cristão | Plena primavera

Espero que dê para me conhecerem mais um pouquinho através dessa tag!
Se quiserem tem várias outras tags aqui no blog, onde respondo outras perguntas.

COMPRAS: PRESENTES DE NATAL


lista_presente_natal_blog_dreams_blueEstá chegando o Natal e ainda está perdido no que comprar de presente? Selecionei os presentes mais legais, para ajudar vocês a escolherem e caprichar no brinde de amigo oculto ou presentear um amigo e um familiar, mas estava sem ideia do que comprar, estou trazendo a solução, tentei separar presentinhos não muito caro e interessantes. (Que pelo menos chamou minha atenção, HEHE’) Vamos lá:

01 – Caderno de Bolso, Meu dia Azul – Imaginarium
02 – Porta Passaporte e Tag de Mala NY – Uatt?
03 – Caderno de Anotação Batman – Gorila Clube
04 – Porta-Retrato Cabine de Telefone Londres – L3 Store
05 – Ventilador USB Don Don – L3 Store 
06 – Caneca Game Joystick – Gorila Clube 
07 – Livro: A Melhor Coisa Que Nunca Aconteceu na Minha Vida – Saraiva
08 – Álbum Caixa Mundo da Voltas – Imaginarium 
09 – Copo Top Benefícios do Café – Uatt? 
10 – Almofada Porta Pipoca Joystick  – Gorila Clube 

Todos muuuuito legais que amei, difícil mesmo é decidir qual é o meu favorito!
Presentinhos no estilo Geek, Viajante, Cadernos para anotação, tem até um livro que li a sinopse e achei muito interessante.

E você já tem o seu favorito? Deixe aqui nos comentários a sua opinião vou amar saber e também se gostaram dessa lista de presente de natal!

Se você ainda não viu tem post de decoração de Natal 

Resenha: Livro O Pequeno Príncipe!


capa_resenha_pequenoprincipe_blogdreamsblue

O Pequeno Príncipe cativou vários corações por ai pelo mundo a fora, trago hoje minha primeira resenha de livros e começando pelo queridinho que até virou animação (Doida para ver).

Livro: O Pequeno Príncipe
Título original: Le Petit Prince
Autor (a): Antoine de Saint-Exupéry
Editora: Agir
Páginas: 91

Sinopse: Livro de criança? Com certeza.
Livro de adulto também, pois todo homem traz dentro de si o menino que foi.
Como explicar a adoção deste livro por povos tão variados, em tantos países de todos os continentes? Como explicar que ele seja lido sempre traduzido em oitenta línguas diferentes? Como compreender que uma história aparentemente tão ingênua seja comovente para tantas pessoas?  O Pequeno príncipe devolve a cada um o mistério da infância. De repente retornaram os sonhos. Reaparece a lembrança de questionamentos, desvelam-se incoerências acomodadas, quase já imperceptíveis na pressa do dia a dia. Voltam ao coração escondidas recordações. O reencontro, o homem-menino.

resenha_pequenoprincipe_blogdreamsblue

    Aparentemente parece um livro somente para crianças, ai que você se engana o livro tem muito mais a dizer aos adultos do que para as crianças em si.
Um livro que te segura do início ao fim da história, difícil é dar aquela pausa para ler no outro dia. Mostra vários pontos da vida que você nunca parou para prestar atenção.
No primeiro momento quando li, não tinha entendido o que o livro queria passar, mas depois de muito pensar e bater a cabeça, consegui entender, ele te passa que quando você chega na fase de “vida adulta”, você esquece várias prioridades que tinha quando era criança, onde não tinha grandes responsabilidades e obrigações.

resenha_pequenoprincipe_blogdreamsblue3

“O pequeno príncipe tinha, sobre as coisas sérias, ideias muito diferentes do que pensavam as pessoas grandes. ”

Os personagens são muito bem explicado, você consegue imaginar todas as cenas como se estivessem passando na sua mente. Além de ter várias ilustrações que te auxilia na compreensão da história, ilustrações feitas pelo próprio Antoine de Saint-Exupéry.

resenha_pequenoprincipe_blogdreamsblue4

“Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu também não tens necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Será para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo. “

Um livro muito ingênuo e puro como uma criança, mostrando a viagem do pequeno príncipe aos planetas e te mostrando vários valores. Cada personagem mostra uma forma de preocupação dos adultos: 1. Achar que é o todo poderoso para mandar em todos e ter um servo (Primeiro personagem a ser visitado em outro planeta – Rei), 2. Aquele que gosta de se vã gloriar, gosta de ser elogiado e admirado por todos (Segundo planeta visitado – Vaidoso), 3. Aquele que bebe para esquecer os problemas (Terceiro planeta – Bêbado), 4. Outros que está sempre pensando nas suas finanças, contabilidade e nunca achava tempo para nada, sempre vivia sem tempo, (quarto planeta – Empresário), 5. Mas também tem aqueles que são responsáveis e cumprem os mandamentos e não estão preocupados com si mesmo (Quinto planeta – Acendedor de Lampião), 6. Aquele que anota as coisas importantes, mas não pode explorar as coisas novas (Sexto planeta – O Geógrafo), O sétimo planeta a ser visitado foi a terra, onde se encontra de tudo um pouco.
O livro mostra que a vida adulta é chata, por essas e outras obrigações que os prendem e por conta disso deixam de viver o que realmente é necessário. Os personagens são fictícios, mas todos têm uma grande característica na história.

“Esse aí seria desprezado por todos os outros, o rei, o vaidoso, o beberrão, o empresário. No entanto, é o único que não parece ridículo. Talvez porque é o único que se ocupa de outra coisa que não seja ele próprio. “

resenha_pequenoprincipe_blogdreamsblue5

“Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos.”

Conclusão: Como já disse de primeira quando li não dava nada para esse livro, mas depois percebi que a mensagem que ele tinha para passar era muito boa, confesso o que me fez pensar assim foi o final, “diz que talvez a gente poderia encontrar o Pequeno príncipe” e isso me deixou intrigada, a fala sério! É obvio que não vamos encontra-lo, porque ele não existe.
Depois de um tempo percebi que estava realmente pensando como pessoa grande, porque isso não fazia nenhum sentido. Depois vi que o Pequeno Príncipe simboliza a pureza, pôr fim representa uma criança, pois a criança é pura, inocente, dão valor as pequenas coisas da vida, imagina uma criança ganhando um brinquedo simples, ela vai se alegrar da mesma forma se você lhe der um brinquedo muito caro, vai estragar da mesma maneira! Pois ela não sabe o valor (Preço) e sim o valor sentimental daquele brinquedo para ela; e se  gostar e apegar, vai cuidar com todo amor e não vai deixar num canto qualquer, sempre vai querer aquele brinquedo especial por perto.

“Se alguém ama uma flor da qual só existe um exemplar em milhões e milhões de estrelas, isso basta para fazê-lo feliz quando a contempla. Ele pensa: “Minha flor está lá, em algum lugar…” Mas se o carneiro come a flor, para ele é como se todas as estrelas repentinamente se apagassem! …”

O autor nos levar a entender todo conceito que perdemos de nossa infância, tudo que era importante, deixamos de lado para nos preocupar com coisas em vão e perdemos todos os valores que uma criança tinha, o livro tenta nos levar de volta a nossa infância e nos trazer ensinamentos sobre companheirismo e amizade, um livro cheio de enigmas, que exige bastante de sua atenção para ter as conclusões certas sobre ele, trazendo de volta a criança que ainda está presente em nós.

resenha_pequenoprincipe_blogdreamsblue7

“- Os homens esqueceram essa verdade – disse ainda a raposa. – Mas tu não deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas. Tu és responsável pela tua rosa.”

Curiosidades: Sobre o autor | Sobre o livro | 5 coisas que você não sabia

Bom pessoal essa foi minha primeira resenha de livros, espero que tenham gostado, ainda fiz algumas pesquisas sobre o autor e sobre o livro coloquei para vocês em curiosidades. Deu bastante trabalho, mas como tudo no final vale a pena, estou um pouco sumida daqui do blog, mas estou voltando aos poucos não desisti dele não, só me perdi um pouco depois que peguei um monte de trabalho, quando passou, só queria descansar, e acho que descansei demais, rs!

“É preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas. ”